Informação · Sem categoria

O ano começa e a mania de ‘Dietinhas’ também

O ano começa e a mania de ‘Dietinhas’ também

A dieta da vez

Começo de ano sempre traz novas resoluções, umas das mais adotadas é a perda de peso. Meu alerta: cuidado com metas e promessas ao estilo ‘esse ano vou perder 20 kg’. Essa mania de focar somente em números e padrões estéticos disfarçados de saúde costuma ser uma grande furada.

Nossa sociedade dá tanta importância ao visível, a forma do corpo, como se isso fosse algo que determinasse automaticamente o grau de saúde e de bem-estar da pessoa. Pessoas tenham bom senso, esqueça essa de “quero ficar com o corpo igual ao da fulana, vou seguir ela aqui na rede”, ou “basta entrar na dieta e exercícios que chego lá rapidinho”, saiba que corpo não é como massinha de modelar.

Para começar as respostas do nosso corpo dependem não só de estímulos externos (muito treino), mas também de genética, da liberação regular de diversos hormônios, do tipo de estrutura óssea que já temos, questões psicológicas e de muitos outros fatores sobre os quais não temos domínio e acesso completo.

Além disso, traçar metas pouco palpáveis as torna pouco efetivas e funcionais. Ao invés de “vou perder tantos quilos” que tal “vou comer duas frutas todos os dias”, ou “caminhadas de 30 minutos todo final de dia” ou “vou acrescentar mais quatro copos de água na minha rotina”, “refrigerante agora só no fim de semana”. Em fim, parta da sua realidade, veja o que há de problemático e faça metas palpáveis com resoluções práticas e reais, baseadas na sua saúde e não somente em números na balança.

Você quer perder peso? Ok. Mas, pense assim, o que te levou a ganhar peso extra? Faltou exercício e salada, sobrou ansiedade, entrou muita comida processada? Pegue esses pontos e trace suas metas sobre eles. Pensando de maneira sustentável, sem pressa e com consistência, já que sabemos que não há milagres quando falamos de peso.

E se durante o ano acha que anda falhando na tal meta, repense as estratégias e aos poucos você vai tentando acertar, altos e baixos fazem parte dos ciclos da vida, o importante é o que você faz com eles.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s